Design Thinking

_28 abr 2014

unnamed (4)

 

Normalmente o termo “design” está associado à qualidade e aparência estética de produtos. Porém,em 2009, Tim Brown, CEO da Ideo, trouxe um novo pensamento: o Design Thinking. Após sua abordagem, inúmeras adaptações e estudos complementares surgiram com especialistas e organizações associando o termo a uma grande metodologia para projetos em geral, e não só ligados à parte estética.

Tomando como base um novo pensamento estratégico para elaboração de projetos, o Design Thinking visa repensar o negócio sob a perspectiva do consumidor final. Assim, está atrelado a vários meios para a sua elaboração, considerando os mais variados estudos– sejam eles de cunho emocional, cognitivo e/ou estético –,a fim de alcançar seus objetivos finais.Tal metodologia toma como ponto de partida o conhecimento dos designers em identificar causas e consequências de dificuldades buscando então soluções inovadoras e assertivas, priorizando processos multifásicos, trazendo assim interpretações diferentes sobre as questões.

Para entender melhor o Design Thinking é preciso compreender que ele integra diversas áreas do conhecimento, sejam elas relacionadas ao empreendedorismo, marketing, psicologia, artes, arquitetura, entre outras. É a partir dessas diferentes áreas que se construirá uma linha processual inovadora e única correspondente para cada caso. O Design Thinking faz com que essas áreas trabalhem em conjunto, como um organismo integrado e com foco no trabalho colaborativo guiado por um pensamento estratégico.

Os métodos utilizados pelo Design Thinking são muitos e variam conforme o projeto. Podem ser aplicados nas diferentes etapas do processo e a escolha dessas ferramentas faz parte do pensamento estratégico que visa o melhor desempenho do planejamento como um todo.

Quanto à aplicação do Design Thinking, ela é abordada de maneira única e não-linear, fazendo com que todas as etapas sejam configuradas a fim de se adequar a um projeto ou problema em questão. Fazem parte deste processo as seguintes etapas:

 

Imersão:identificação do universo a ser trabalhando e seus principais atores por meio de diferentes metodologias.  É o momento de pesquisa e exploração do contexto problema.

Análise e síntese: o universo é analisado e trabalhado de diversas formas,como por cartões de insight, cadernos de inspiração, diagramas de afinidades, mapas de conceituação, entre outros.

Ideação ou Ideation: esta etapa envolve uma equipe multidisciplinar a fim de estabelecer com mais clareza o foco projetual. A ideia é transpor o máximo possível de ideias e referências com base em metodologias como brainstorming, onde os pensamentos mais ousados são bem vindos.

Prototipação ou Protipagem–através da prototipagem as ideias são testadas de forma material.

 

Hoje utilizado com o principal meio de estabelecer uma linguagem comum entre DESIGN e BUSINESS, o Design Thinking integra conhecimentos das duas áreas com o objetivo final de conjugar estratégias de design com as de negócios de maneira eficaz.No Brasil, grandes empresas como Itaú, Bradesco, Whirlpool, Mapfr já adotaram, então porque não experimentar este método prático-criativo para solucionar seus projetos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mídias Sociais

Curte Azul

Contatos comercial@agenciaazul.com.br

Rio de Janeiro

Agência Azul

_ Rio de Janeiro

55. 21. 2521-0045
55. 21. 2267-5429

Rua Gomes Carneiro, 112 / Grupo 201
Ipanema, Rio de Janeiro - RJ
Brasil, BR CEP 22071-110

São Paulo

Agência Azul

_ São Paulo

55. 11. 2599-8432

Rua Doutor Alberto Seabra, 998
Vila Madalena, São Paulo - SP
Brasil, BR CEP 05452-001

Proxima Sessão Sessão Anterior Início